Judeu, dona e homem de coroa jamais perdoa

Judeu, dona e homem de coroa jamais perdoa.

Mais uma vez se critica o judeu, agora associando-o também à mulher (dona) e ao padre (designado por homem de coroa porque, antigamente, os padres tinham de usar uma tonsura na cabeça que consistia em rapar o cabelo no alto da cabeça, desenhando uma forma redonda que simbolizava a hóstia).

Estes três tipos de pessoas são acusados de não perdoarem nunca.