O homem é fogo / A mulher estopa / Vem o diabo e assopra

O homem é fogo,
A mulher estopa,
Vem o diabo e assopra.

Sugestivas metáforas que põem em evidência o facto de homem e mulher  sentirem mútua atração física e juntos poderem dar origem a um “incêndio”, se o diabo soprar para melhor atear o fogo. Ou seja, se a ocasião se proporcionar, o par pode envolver-se em ardente ligação amorosa.

Judeu, dona e homem de coroa jamais perdoa

Judeu, dona e homem de coroa jamais perdoa.

Mais uma vez se critica o judeu, agora associando-o também à mulher (dona) e ao padre (designado por homem de coroa porque, antigamente, os padres tinham de usar uma tonsura na cabeça que consistia em rapar o cabelo no alto da cabeça, desenhando uma forma redonda que simbolizava a hóstia).

Estes três tipos de pessoas são acusados de não perdoarem nunca.

Três coisas deitam um homem a perder: muito falar e pouco saber, muito gastar e pouco ter, muito presumir e pouco valer.

Três coisas deitam um homem a perder:
Muito falar e pouco saber,
Muito gastar e pouco ter,
Muito presumir e pouco valer.

Três preciosos conselhos de vida. Para evitar a desgraça não se deve:  falar muito sem saber o que se diz, ser perdulário e gastar mais do que se tem e, finalmente acreditar que se tem muito valor quando, na realidade, se vale pouco.